Quando começamos a utilizar uma plataforma para treinamento uma das primeiras métricas que nos preocupa é engajamento, afinal o engajamento dos colaboradores é um indicador chave de sucesso para as ações de T&D. Dentro desse cenário geralmente acontecem duas coisas: Engajamento medido de maneira superficial, levando em consideração, por exemplo, só acessos, ou a métrica fica tão complexa que nem sabemos o que exatamente ela quer dizer.

Na Skore nós já vimos e medimos engajamento de diversas maneiras, hoje sabemos que não existe só uma maneira correta, mas existem melhores. O que determina se uma maneira é melhor que outra são esses 3 pontos:

  • O indicador está adaptado à sua realidade
  • É fácil de medir, sem ser superficial
  • Gera uma ação, ou seja, quando você vê o indicador, já sabe o que fazer.

Com base nesses 3 pontos, quero mostrar como medimos engajamento na Skore e te ajudar a entender melhor o comportamento dos colaboradores. Também vou mostrar alguns fatores que podem influenciar o engajamento.

Acessos

Com certeza essa é a métrica principal para entender nosso indicador, porém só essa métrica pode ser rasa e mascarar o real nível de engajamento da sua base. Vamos ver esse exemplo para esclarecer as coisas:

Imagine que você tem 1.000 pessoas cadastradas na base e faz esse gráfico:

Esse gráfico que mostra acessos por semana parece ótimo, temos quase a mesma quantidade de acessos que pessoas na semana 3 e as outras semanas não ficam muito atrás. Mas veja o que acontece quando analisamos a quantidade de pessoas que realizaram esses acessos:

Com esse novo dado é possível ver que poucas pessoas acessam conteúdos na Skore. A média de acessos por pessoas nessas semanas é de aproximadamente 3, ou seja, não foram tantos conteúdos assim. 

Vamos tentar ver esses mesmos dados de um jeito diferente, mas agora vamos considerar o total de pessoas cadastradas na sua base.

Nesse gráfico eu calculei qual era a porcentagem de pessoas que acessaram um conteúdo comparado a toda base. Base inativa são pessoas que não acessaram nenhum conteúdo e base ativa são pessoas que acessaram pelo menos 1 conteúdo. Assim fica mais fácil de perceber que a maioria dos usuários ainda não está engajado e temos uma grande oportunidade para trabalhar o engajamento dessas pessoas.

Se você utiliza a Skore exclusivamente para Onboarding, esse gráfico pode não fazer muito sentido se você não está em uma semana de pós contratações. Você precisa entender o seu cenário para estabelecer parâmetros de bom ou ruim nesses casos. Para casos em que você quer manter aquela pessoa na plataforma o maior tempo possível, o direcionamento é simples: Quanto maior a base ativa, melhor!

Não existe um número padrão para você tentar alcançar, você estabelece esse número com base na sua realidade.

A média de acessos por pessoa também é um dado interessante, ele mostra o nível de engajamento deste usuário. No nosso exemplo, a média é 3, então colaboradores com mais de 3 acessos por semana são os mais engajados.

Interação em Conteúdos

Só saber quem fez um acesso ou não pode não te dar um direcionamento muito assertivo de como atuar para melhorar o engajamento da sua base. Por isso, precisamos complementar essas informações com as interações em conteúdos, afinal o que mais influencia o engajamento da sua base é conteúdo e experiência.

Podemos começar entendendo quais foram os conteúdos mais acessados nos últimos 30 dias:

No gráfico é possível perceber um acúmulo de acessos nos 3 primeiros conteúdos, porém esses conteúdos podem ser obrigatórios ou podem ser novos conteúdos. Na nossa experiência já percebemos que novos conteúdos tendem a gerar mais engajamento, então não deixe de renovar sempre seus conteúdos se quiser uma base engajada.

Para entender melhor engajamento, podemos adicionar uma medida que todo mundo gosta, a quantidade de likes de cada conteúdo e uma novidade, a porcentagem de likes em relação ao total de acessos:

A relação Likes sobre Acessos mostra a tendência dos usuários em curtir um conteúdo. Os conteúdos 4 e 8 têm as maiores chances de serem curtidos por uma pessoa, o que indica a percepção de qualidade da sua base em relação a esse conteúdo.

Um número alto de acessos pode ser justificado pela posição do conteúdo na home, presença do conteúdo em missões ou ser um conteúdo obrigatório. Já a quantidade de likes indica o quanto o usuário gostou daquele conteúdo e na Skore nós acreditamos que é necessário alinhar os interesses da organização e da pessoa que passa pelo processo de T&D. 

Você pode reposicionar os conteúdos com mais chances de Like na home ou se inspirar para criar mais conteúdos no mesmo formato ou modelo.

Retenção

Um fator esquecido na hora de medir engajamento é a retenção. Engajamento não adianta de nada se for só momentâneo ou se só acontecer com novos cadastros de pessoas que estão conhecendo a plataforma.

Para medir esse indicador, ainda vamos usar os acessos, mas dessa vez vamos medir quanto usuários não realizaram nenhum acesso nos últimos 30 dias.

Você pode trabalhar com esses 40% de usuários e tentar ações de reengajamento. Se você utiliza o aplicativo, pode enviar notificações e internamente pode enviar uma campanha de emails divulgando novos conteúdos ou os conteúdos mais curtidos.

Outra métrica de retenção, porém de longo prazo, é o do Ciclo de Vida dos usuários, que é a média de tempo entre o primeiro acesso de uma pessoa até a última vez que acessou a plataforma. Em um processo de onboarding, o Ciclo de Vida pode ser de 1 a 3 meses, mas para os demais objetivos com a plataforma, esse tempo deve sempre ser maximizado.

Unindo as informações

Se você chegou até aqui, já deu pra ver que engajamento não é uma métrica isolada ou um número mágico que explica tudo. Mas unindo algumas informações, podemos entender melhor o comportamento da sua base de usuários.

A relação Base Ativa e Inativa vai te ajudar a entender o volume de usuários acessando a plataforma, a média de acessos por usuário mostra o nível de engajamento (as chances de like) com o que os usuários estão mais engajados e a retenção mostra quem você está perdendo.

Acreditamos que assim você pode atuar mais ativamente para melhorar a experiência dos seus colaboradores e desenvolver ainda mais pessoas.

Se você quiser acompanhar essas métricas e é um cliente Data Premium, é só clicar aqui e copiar esse Dashboard para sua pasta ou falar com seu Account.

Encontrou sua resposta?